Novidades

Marcelinho Moreira e o Canto do Batuqueiro - 31 de Agosto de 2018 - Traço de União

Disponibilidade:
Disponível
Preço: R$ 0,00

Digite a quantidade desejada de ingressos para cada lote


Qtd: Traço de União: Preço:
1º Lote - Promocional Antecipado R$ 20,00

31 DE AGOSTO DE 2018

SEXTA-FEIRA

MARCELINHO MOREIRA
E O CANTO DO BATUQUEIRO

Traço de União
Rua Cláudio Soares, 73
Pinheiro
s - São Paulo - SP

Abertura da casa 21:00 horas


Nascido e criado na Vila da Penha, subúrbio do Rio de Janeiro, Marcelinho Moreira traz de lá, e repassa para o mundo, mais um capítulo da história da cultura carioca que tem por trilha sonora o samba.

Nascido do amor do sambista Aderbal Moreira (Um dos Autores de “Festa do Círio de Nazaré”, defendido pela Unidos de São Carlos em 1975, depois conhecida com Escola Estácio de Sá) e de Tia Inês, Marcelinho é o caçula de uma família envolvida com arte, alegria, beleza e ideologia. Criado nas rodas de samba, sob os olhares de mestres como Zeca Pagodinho e Arlindo Cruz, passando pelo ativismo étnico do bloco afro Agbara Dudu e alimentado pela famosa culinária de sua mãe Tia Inês, Marcelinho Moreira chega hoje a um momento especialíssimo de sua carreira.

Depois de se iniciar profissionalmente atuando na banda da cantora Beth Carvalho (apresentado a ela pelo Ubirany do Cacique de Ramos), rapidamente alcança posição de destaque no mercado de trabalho atuando em inúmeras gravações e shows de vários artistas entre os quais estão Arlindo Cruz e Martinho da Vila.

Ao longo do tempo veio desenvolvendo sua vocação de intérprete e compositor. Primeiramente como integrante do grupo Toque de Prima, com o qual gravou três CDs (em 1996 ‘o Samba é Meu Dom’, em 2000 ‘Se Tem Que Ser Será’ e em 2002 ‘O Daqui, O Da li, O De Lá), posteriormente, assumindo carreira solo ao lançar o disco “Marcelinho Pão e Vinho” em 2006, produzido pelo parceiro Martinho da Vila. Por conta desse luxuoso apadrinhamento e por ter sido integrante por longo tempo da Família Musical, grupo que acompanha Martinho em shows pelo Brasil e exterior, Martinho da Vila trata Marcelinho Moreira carinhosamente como seu filho musical.

Lançou o seu segundo disco “Fé no batuque” em 2013. Nele Marcelinho Moreira não só confirma sua herança artística e cultural, mas também estabelece as bases de sua promissora carreira ao escolher o melhor do samba para realizar este disco. Produzido pelo amigo da família Moreira, o maravilhoso Arlindo Cruz, em parceria com outro grande amigo e parceiro de Marcelinho, o cantor e compositor Rogê, contando ainda com a participação dos melhores músicos e arranjadores do samba, o disco “Fé no batuque” desfila em suas 14 faixas boa parte do universo que formou Marcelinho Moreira cultural, espiritual e musicalmente, e revela ainda um compositor preocupado com a modernidade sem perder seus links com a tradição. A voz forte do Negão Batuqueiro Marcelinho Moreira está na área, mais uma vez, com muita fé na música brasileira, na cultura carioca, enfim, com muita fé em todos os batuques, inclusive os do seu afetuoso coração.

Em 2017 Marcelinho lançou o CD ao vivo “Canto do Batuqueiro” (Sony Music), gravado no Teatro Rival. Um trabalho que mescla músicas de seus álbuns de carreira solo e novas composições, se mantendo fiel à sua escola, a do partido alto carioca reinventado por Martinho da Vila e continuado pela Geração Cacique de Ramos. Nele Marcelinho Moreira mostra a sua cara e reafirma de forma muito feliz sua fé. Fé no canto de um batuqueiro, que convida a todos para sambar e cantar com ele.